Blog

Passo a passo: como fazer a Demonstração do Resultado do Exercício- DRE?

Passo a passo: como fazer a Demonstração do Resultado do Exercício- DRE?

Compartilhe:

Um empreendedor interessado no sucesso de sua empresa está sempre em busca de inovações para que o êxito de seu empreendimento seja realidade constante. Nesse processo também devem ser incluídas informações de gerenciamento que auxiliem no controle do crescimento das atividades.

Para tanto, existem demonstrações que facilitam o trabalho do gestor e se tornam indispensáveis na tomada de decisão na empresa. Uma dessas demonstrações é a DRE — Demonstração do Resultado do Exercício.

A DRE é uma ferramenta indispensável na gestão do empreendimento, visto que produz informação para todos os níveis de instituições e ajuda o gestor no que se refere ao planejamento de projetos para fins lucrativos.

Quer saber mais sobre o que significa a demonstração de resultado do exercício e qual é o passo a passo para sua elaboração? Acompanhe conosco!

O que é a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE)?

A DRE é uma demonstração contábil. As demonstrações contábeis servem para visualizar o estado financeiro da organização. Sua finalidade é viabilizar informações relativas ao seu patrimônio, condição financeira, desempenho do caixa e ainda ajudar na gestão da empresa.

Desse modo, a Demonstração do Resultado do Exercício apresentam o resultado econômico em um período estipulado, sendo um confronto de receitas, despesas e resultados apurados, ou seja, lucro bruto obtido pela instituição durante o período menos as despesas.

Enfim, a DRE mostra o resumo financeiro dos resultados operacionais e não operacionais da instituição. A legislação determina que a elaboração da DRE seja feita uma vez ao ano. No entanto, ela pode ser apresentada mensalmente para fins administrativos e trimestralmente para fins fiscais.

Por facilitar a avaliação geral do desempenho da organização e permitir que os gestores dos diferentes setores tenham informações aprofundadas sobre os resultados da empresa, é um instrumento muito útil para o cotidiano organizacional. Permite, assim, que os gestores atuem de maneira integrada e coordenada, beneficiando a empresa.

Para esclarecimentos detalhados, é possível consultar a Lei n.º 6.404, 15 de dezembro.

Qual é a importância da DRE para a empresa?

Como dito, a DRE é um relatório contábil extremamente importante para qualquer empresa. Em conjunto com o Balanço Patrimonial e a Demonstração de Fluxo de Caixa, a DRE é o terceiro mais importante para a gestão, visto que eles proporcionam avaliação completa da saúde financeira e possibilitam a elaboração de planos e projetos.

Assim, esse relatório é fundamental para a instituição por ser detalhado e intuitivo, permitindo que o administrador tenha bons elementos para tomar decisões que envolvem planejamento tributário e estratégico. É importante ainda por refletir a capacidade de gerar riquezas, possibilitando ao gestor saber qual mudança deve ser feita e o que deve ser mantido.

No entanto, é necessário saber como preparar uma DRE com eficiência. A seguir, acompanhe alguns passos para a elaboração da DRE.

Quais são os passos para elaborar uma DRE?

Agora que você já sabe o que significa DRE e sua importância para seu empreendimento, veja como elaborar o relatório. Em seguida, vamos listar passo a passo como fazer a Demonstração do Resultado do Exercício. Confira!

1. Montar sua estrutura

Em primeiro lugar, é preciso montar a estrutura da DRE. Tome como base os dados financeiros da organização, abrangendo as receitas, despesas ou custos. Todas as informações contábeis e gerenciais precisam ser incluídas, sempre tendo como prioridade o Regime da Competência, isto é, observando a data correta. Resumidamente, a estrutura deve ser:

Receita de Vendas (faturamento da instituição no período em questão)

(-) Deduções e abatimentos
(=) Receita Líquida
(-) Custos de Mercadorias Vendidas (CMV)
(=) Lucro Bruto
(-) Despesas com Vendas
(-) Despesas Administrativas
(-) Despesas financeiras
(=) Resultado antes IRPJ CSLL
(-) Provisões IRPJ e CSLL
(=) Resultado Líquido

2. Calcular a Receita Líquida

Calcular: Receita líquida = Receita Bruta – Deduções da Receita Bruta.

De modo que a Receita Bruta é estruturada por Venda de produtos + Venda de mercadorias + Prestações de serviço. Já as Deduções da Receita Bruta são estabelecidas pelas Devoluções de Vendas + Abatimentos + Impostos e Contribuições Incidentes sobre Vendas.

3. Descobrir o Resultado Bruto

Para descobrir o resultado bruto, basta deduzir da Receita líquida o custo das mercadorias e dos serviços vendidos.

Resultado Bruto = Receita Líquida – Custo das Vendas

4. Obter o Resultado Antes do IR e CSLL

Para obter o Resultado antes do IR (Imposto de Renda) e CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido), é necessário subtrair do Lucro Bruto todas as despesas operacionais, financeiras, gerais e administrativas.

Desse modo: Resultado antes do IRPJ (Imposto de Renda – Pessoa Jurídica) e CSLL= Resultado Bruto – Gastos Operacionais – Gastos financeiros líquidos – outras receitas e despesas.

5. Conhecer o Lucro Líquido

Para conhecer o lucro (ou prejuízo) líquido antes das participações, é preciso subtrair do Resultado antes do IR e CSLL a provisão para IR e CSLL.

Assim: Lucro Líquido = Resultado Antes do IR e CSLL – Provisão para IR e CSLL.

6. Conseguir o Resultado do Exercício

Desse resultado, basta acrescentar ou deduzir os resultados não operacionais, ou seja, participações de debenturistas, empregados, gestores, partes beneficiárias, entre outros.

Logo: Resultado Líquido do Exercício = Lucro Líquido antes das participações – Resultados não operacionais.

O objetivo final de toda demonstração do resultado do exercício é chegar ao LLE (Lucro Líquido do Exercício).

Quais são as técnicas de análise da DRE?

Para utilizar a DRE na gestão da instituição, existem algumas técnicas de análise. Essa demonstração propicia analisar na horizontal e na vertical. Com a análise na horizontal é possível compreender o desenvolvimento tanto dos gastos quanto dos ganhos, dessa forma podem ser avaliadas momentaneamente receitas e despesas.

No caso da análise vertical são realizadas acareações de contas conforme o grupo. Logo, é possível entender o impacto de uma despesa no total, compreender tendências e fazer projeções que vão auxiliar a instituição.

Enfim, conclui-se que a Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) contribui significativamente para a eficiência na gestão empresarial com informações que auxiliam na tomada de decisões. Também é fundamental para analisar a saúde financeira da empresa, visto que, sem as informações fornecidas por esse relatório, não é possível avaliar a realidade do empreendimento.

Gostou deste artigo? Então compartilhe-o nas suas redes sociais e ajude os seus amigos a entenderem o assunto.

Deixe seu comentário

Assine nossos materiais

Cadastrado com sucesso!