Blog

Saiba o que significa Pró-labore e como utilizá-lo

Saiba o que significa Pró-labore e como utilizá-lo

Compartilhe:

[ratings]

Muitos empreendedores não consideram necessária a remuneração pela administração de uma empresa e optam por apenas distribuir os lucros e os juros do capital próprio. Por não saber o que significa Pró-Labore, ou não entendê-lo por completo, estes empresários ficam presos a ciclos problemáticos de organização das finanças que parecem nunca ter fim. A questão é: vale a pena utilizar o Pró-labore? Provaremos que sim e também o porquê disso.

Mas afinal, do que se trata o Pró-labore?

Muitas pessoas, não apenas gestores, se questionam sobre o que é Pró-labore de uma empresa. O Pró-labore pode ser definido como a remuneração de um administrador de empresa, utilizando como base as atividades desempenhadas e seus respectivos valores no mercado. Se uma empresa possuir dois sócios, sendo um deles administrador e outro apenas contribuinte do capital, é correto que o sócio que desempenha serviços diários receba o Pró-labore.

Mais do que importante, o Pró-labore é essencial.

As razões são simples, mas a relevância é imensa. Ao saber o que significa o Pró-Labore, é possível dizer de maneira bem sucinta: a prática irá contribuir para a organização das contas da empresa. Sem ele, é bem possível que haja um transtorno constante na contabilidade, com dinheiro retirado sem moderação e registro prévio.

E para dar início ao Pró-labore…

O primeiro passo é definir as funções do administrador e estabelecer um salário que seja razoavelmente superior a da maioria dos funcionários, para evitar qualquer suspeita de sonegação fiscal. Por lei, não há um valor mínimo para a remuneração do Pró-labore e, por isso, é preciso consultar empresas de recrutamento ou a tabela do INSS.

Quais são as obrigatoriedades da atividade de remuneração?

Inicialmente, todos os administradores que poderão receber a remuneração devem estar mencionados no contrato social da empresa. O Pró-Labore não pode ser tido como salário, e sim como despesa operacional da empresa, pois os vinculados a ele não receberão obrigatoriamente benefícios como FGTS, 13º salário e férias. Sobre o Pró-Labore, incidem impostos de Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real, que conforme regime tributário da sua empresa, podem ser procedentes ou não.

Depois de tomar consciência do quão importante o Pró-Labore é para o seu negócio, chegou a hora de colocar todos os ensinamentos em prática e alavancar o desempenho da sua empresa. Desejamos ótimos negócios!

Deixe seu comentário

Assine nossos materiais

Cadastrado com sucesso!