Blog

Como montar uma empresa de automação comercial?

Como montar uma empresa de automação comercial?

Compartilhe:

[ratings]

Nas últimas décadas, a economia brasileira foi marcada pelo uso intenso da tecnologia e da internet dentro dos seus diversos setores. Isso foi fundamental para a evolução da tecnologia no que se diz respeito à automação comercial.

Em 2012, o mercado brasileiro de automação comercial alcançou o faturamento de 2,75 bilhões, segundo dados da Associação Brasileira de Automação Comercial (AFRAC). Entre os fatores que favoreceram seu desempenho encontram-se as mudanças fiscais e a utilização de novas tecnologias para um melhor controle do negócio, incluindo itens como a emissão de nota fiscal eletrônica.

Hoje, o Brasil é considerado pioneiro e modelo internacional no uso de sistemas de informação agregados à automação comercial para registrar toda a movimentação de produtos e serviços dentro do país. Isso contribuiu para a redução da sonegação de impostos, gerando uma nova visão para os desenvolvedores que se aventuram no empreendimento de criar softwares para comércio e indústria.

Quanto mais completo for o sistema no controle do estoque, contas a pagar, contas a receber, e frente de caixa, maiores serão as vantagens para o negócio. Por isso, a automação comercial começa a ser entendida pelo empreendedor como um investimento necessário para aperfeiçoar sua gestão e obter eficiência e produtividade.

Porque a automação comercial vale a pena?

automação-comercial-vale-a-pena

Olhe ao seu redor. Quantas coisas presentes no seu dia a dia estão inteiramente ligadas à tecnologia? Agora pense nas lojas, padarias, postos de gasolina. Porque nesses locais deveria ser diferente?

Quando pensamos em automação comercial devemos ter em mente todas aquelas tarefas manuais e repetitivas, como a simples anotação do peso de uma mercadoria, por exemplo, sendo transformadas em incríveis processos informatizados, realizados por máquinas.

Com a automação, serviços suscetíveis a erros humanos ganham velocidade e eficiência. Além disso, ela proporciona outros inúmeros benefícios, como maior comodidade para o consumidor, agilidade no atendimento do caixa, redução de tarefas manuais, aumento na confiabilidade dos processos, redução de custos, maior segurança e agilidade na troca e devolução de mercadorias, menor desgaste dos funcionários, segurança e agilidade em inventários, melhorias na gestão do negócio, redução da burocracia, agilidade na apuração dos impostos e eficiência no processo de fiscalização.

Um estudo feito pela Bematech revelou que a facilidade na gestão cotidiana do negócio é o benefício mais valorizado entre as empresas que adotaram a automação (49,2%). Entre as que não estão automatizadas, 54% citaram o benefício de melhorar o atendimento aos clientes.

Automatizar equivale a informatizar todas essas operações internas e externas da empresa e integrá-las com fornecedores, bancos, serviços de proteção ao crédito, operadoras de cartões de débito e crédito, Fisco, entre outros. Por isso, mais do que valer a pena, a automação comercial tornou-se fundamental para o crescimento do varejo, independente do porte da empresa.

Estrutura necessária para abrir sua empresa

como-montar-empresa-automação-comercial2

Investir em automação comercial é fundamental e este é um setor em expansão. Então, o que fazer para montar um negócio que oferece esse tipo de serviço?

Antes de pensar em montar qualquer tipo de empresa, é necessário montar um plano de negócio, que definirá todas as informações e procedimentos necessários para que, depois de sair do papel, o empreendimento dê certo. No site do SEBRAE é possível encontrar o passo a passo de como montar um plano de negócio. Definido todo o planejamento, com a certeza de que a ideia é viável, é chegada a hora de montar fisicamente a empresa.

Localização

Por ser uma empresa de prestação de serviço, não é necessária a locação de um ótimo ponto comercial no centro da cidade. Melhor concentrar todo o negócio na internet, já que a maioria das vendas pode ser feita por meio de um site. Além disso, para economizar gastos com aluguel, é possível que o empreendedor monte seu escritório em casa, onde ficarão os equipamentos e móveis necessários.

Pessoal

Além do dono, são necessários um profissional de TI e um especialista em vendas e finanças para a empresa começar a operar. Além disso, é recomendável que o empreendedor organize um cadastro de profissionais autônomos, capacitados nas diferentes áreas de TI, que poderão ser contratados a qualquer tempo para trabalhar, conforme a demanda.

Equipamentos

Para montar a empresa de automação comercial são necessários microcomputadores com acesso à internet em alta velocidade, modens para conexão à internet, impressora multifuncional, uma linha telefônica e móveis e utensílios de escritório. Também é importante que se conheça o tempo médio de obsolescência dos equipamentos, assim é possível realizar a análise de custo-benefício para sua aquisição bem como planejar a reposição quando necessária.

como-montar-empresa-automação-comercial3

Matéria-prima

Existem três tipos de empresas de automação comercial:
– as que oferecem produtos para automação comercial, como balanças, computadores, contadores de cédulas e moedas, impressoras de cheques, fiscais e não fiscais, leitores biométricos, de cartão, de código de barras de documentos, monitores, nobreaks, pontos eletrônicos, registradoras, Teclados, SATs e TEFs;
– as que oferecem softwares e sistemas para automação comercial, como o Uniplus, um sistema integrado de gestão, desenvolvido para se adequar a diversos segmentos.
– e as que oferecem os dois, produtos e softwares, a fim de modernizar e aumentar a produtividade da empresa.

Dentre os softwares oferecidos estão soluções para autenticação, automação bancária e de escritórios, biometria, cartões de crédito, débito e de benefícios, certificação, identificação, meios de pagamentos, mobiles solutions, NFS, soluções para pagamento, pesagem, Rfid, scanners, softwares e hardwares.

Investimento

Todo o capital empregado para iniciar e viabilizar o negócio até ele se tornar autossustentável é considerado investimento. Esse investimento pode ser dividido em fixo (capital empregado na compra de equipamentos, móveis, utensílios, instalações, reformas e veículos) e pré-operacional (todos os gastos ou despesas realizadas com projetos, pesquisa de mercado, registro da empresa, decoração, honorários profissionais e outros). Uma microempresa, estabelecida em uma área de 20 m² na residência do empreendedor, exige um investimento inicial de cerca de R$ 14.000,00.

Exigências legais

O segmento de automação comercial não pode optar pelo SIMPLES Nacional, Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas ME (Microempresas) e EPP (Empresas de Pequeno Porte), instituído pela Lei Complementar nº 123/2006, por se enquadrar como atividade vedada na Lei Compl. 123/2006, consolidada pela RCGSN 94/2011.

Neste segmento as opções tributárias são o Lucro presumido e o Lucro real. O Lucro Presumido é aquele que se presume através da receita bruta de venda de mercadorias e/ou prestação de serviços. Já o Lucro Real é o lucro líquido do período de apuração ajustado pelas adições, exclusões ou compensações estabelecidas em nossa legislação tributária.

Divulgação e presença online

O marketing é umas das estratégias fundamentais para fazer com que sua empresa conquiste ótimos resultados, visto que ele é imprescindível para tornar sua marca conhecida. Com investimentos menores que o marketing tradicional, o marketing digital propicia a reunião de ações em diversos canais, facilitando a personalização e a segmentação de suas campanhas, trazendo resultados muito mais precisos. Analise o seu público-alvo e invista em publicidade online e geração de conteúdo de acordo com as necessidades dele.

Como é feita a instalação do sistema de automação comercial

instalação-sistema-automação-comercial

Antes de começar, é preciso identificar as necessidades do cliente. Depois, vem a escolha dos recursos como Hardware, Software, Sistemas gerenciais e outros, que devem ter ligação direta com o ramo do negócio. Cada projeto deve conter orçamento, planejamento, diagnóstico e elaboração. Além disso, deve conter todas as etapas essenciais como cronograma, atividades detalhadas, atividades críticas, gastos além do orçamento e outros.

O importante é que o cliente seja constantemente informado sobre as etapas e o custo total de implantação da automação. Em geral, o montante necessário para automatizar um estabelecimento oscila entre R$ 5 mil e R$ 7 mil por funcionário.

Definição do responsável

Antes de instalar, defina o responsável pelo projeto. Além de dominar as características do negócio, a pessoa escolhida deve entender ou estar disposta a aprender sobre informática e automação. Este responsável também precisa dispor de tempo para se dedicar ao projeto do começo ao fim.

Treinamento dos envolvidos

As pessoas envolvidas devem ser devidamente treinadas antes de iniciar a operação com o novo software. Não deixe pra treinar os funcionários quando as tarefas já estiverem sendo executadas.

Acompanhamento e suporte

Depois de implantado, providencie a presença do seu fornecedor nos primeiros dias de atividade no novo sistema. Além disso, certifique-se de que os processos estão seguindo o fluxo normal e que qualquer erro ou dificuldade seja comunicado imediatamente, para que o suporte técnico possa ser acionado.

Tendências da automação comercial

tendências-automação-comercial

Atualmente, estão disponíveis no mercado diversas soluções para automação comercial, como os softwares de gestão, plataformas fiscais e meios de pagamento diversificados. Em contrapartida, a necessidade crescente por mobilidade e o baixo custo dos dispositivos móveis, como os tablets e smartphones, aliada à ampliação da rede móvel, tem feito com que as empresas invistam em versões móveis de seus sistemas corporativos. Tudo isso para estarem sempre juntas de seus clientes e fornecedores, a qualquer hora e em qualquer lugar, além de também proporcionar aos seus colaboradores um atendimento ágil e eficaz e facilitar o pagamento, independente do modo de compra escolhido pelo consumidor.

Além de diversas soluções para a automação comercial, a Intelidata oferece módulos de funcionamento móvel, a fim de integrar os sistemas de gestão, como o Unimobile Comanda e o Unimobile Vendas, que funcionam como aplicativos de comanda eletrônica e de vendas, respectivamente. Tudo controlado através do celular ou tablet, otimizando a experiência do usuário, que se torna muito mais assertiva e dinâmica.

Com informação online e segura, aliada à uma venda dinâmica, eles farão com que as vendas sejam mais eficientes, trazendo resultados impactantes às empresas que investirem em automação comercial móvel.

Entre em contato conosco e conheça todas as nossas soluções para integrar o seu negócio de automação comercial.

Deixe seu comentário

Assine nossos materiais

Cadastrado com sucesso!